Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Há, neste momento, 137 mil devedores que não conseguiram controlar os encargos com o cartão de crédito em 2018. O valor total que está em dívida neste tipo de empréstimos é superior a 3,25 mil milhões de euros, um recorde dos últimos dez anos, avança o Jornal de Notícias na edição desta quarta-feira (ainda sem link disponível).

No ano passado, o número de devedores de cartão de crédito atingiu um outro valor recorde, tendo aumentado para cerca de 43 mil. Agora, existem quase 2,29 milhões de portugueses a utilizar este instrumento — o valor mais alto desde 2009.

São assim mais os portugueses a recorrer aos cartões de crédito, nomeadamente para pedir empréstimos para a compra de carro. O crédito automóvel tem tido mais adesão por parte dos portugueses, tendo o número de devedores neste tipo de empréstimos subido para 840 mil pessoas. Aqui, há mais de 6,1 mil milhões de euros em dívida — outro recorde desde 2009.

No que diz respeito ao crédito ao consumo, em 2018 foram dados 4,66 mil milhões de euros, uma média de 12 milhões por dia. Face aos valores máximos atingidos, o Governo tem pedido vigilância e o Banco de Portugal tem tentado limitar as concessões dos bancos ao lançar-lhes alertas.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR