Depois da camisola de 785 euros da Gucci que fez notícia a semana passada, eis que o figurino da polémica fica ainda mais composto. Agora o alvo é um par de sapatos lançados pela cantora Katy Perry e entretanto retirados do mercado. Tudo porque os modelos Ora Face Block Heel e Rue Face Slip-On Loafers fariam alusão, a julgar pelas críticas, ao rosto de uma negra.

O design das peças, retiradas da Katy Perry Collections, datam do verão de 2018, tendo a associação a este estereótipo negativo explodido apenas esta semana — graças ao destaque que lhes foi dado pela cantora Masika Kalysha e, muito provavelmente, pelo embalo que a controvérsia Gucci trouxe

A cerimónia dos Grammys foi uma das mais recentes aparições públicas da cantora, cuja escolha aliás motivou uma série de memes

Os loafers e as sandálias, que se destacam pelos olhos salientes, nariz e lápios encarnados queriam ser vistas como um ponto de encontro com “a arte moderna e o surrealismo”, defendeu a marca, mas aparentemente a mensagem inicial conseguiu ser abafada por algumas vozes, sobretudo numa era em que o tópico “blackface” se afigura mais sensível do que nunca. De tal forma que o calçado acabou mesmo por sair de venda de plataformas como a Dillard.

E se a cantora se mostrou “triste” por esta associação, o caso promete dar que falar, já que as opiniões se vão sucedendo.