O treinador do Rio Ave garantiu esta quinta-feira que a sua equipa “está determinada” em inverter o ciclo sem vitórias caseiras já no jogo de sexta-feira, frente ao Santa Clara, da 22.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Os vila-condenses não vencem no Estádio dos Arcos há sete jornadas consecutivas [cinco empates e duas derrotas], e, mesmo vincando as qualidades do adversário, o treinador quer garantir o seu primeiro triunfo caseiro desde que assumiu equipa.

“Estamos bem determinados em voltar a vencer em casa, mesmo sabendo que teremos pela frente um Santa Clara que, curiosamente, tem feito melhores resultados fora. É uma das equipas com menos golos sofridos, e que, até à jornada passada, era a quarta equipa a fazer mais pontos como visitante”, analisou Daniel Ramos.

O treinador dos vila-condenses falou, por isso, num “adversário incómodo”, mas apontou o caminho para a equipa “dar sequência ao percurso positivo que tem tido”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Por vezes, olhamos para os jogos em casa, contra equipas que não são do topo do futebol português ou que não estão bem posicionadas na tabela, e o compromisso não é o mesmo. Há um certo relaxamento, que não pretendemos. A solução é aumentar o compromisso e sermos mais rigorosos. Já fizemos esse alerta”, vincou o treinador.

Para melhorar o rendimento da equipa, Daniel Ramos conta já com mais soluções no plantel, com a integração dos reforços e a recuperação de alguns jogadores lesionados.

“As opções são cada vez maiores, e isso eleva o nível de competitividade interno. Sinto que estão com um foco bom para um jogo importante que nos pode assegurar mais confiança no futuro”, afirmou.

Para este desafio, o treinador dos vila-condense ainda não pode contar com os lesionados Gelson Dala, Leandrinho, Borevkovic, Joca e Nuno Santos. O Rio Ave, oitavo classificado com 28 pontos, recebe na sexta-feira o Santa Clara, 10.º com 24 pontos, numa partida agendada para as 20h30.