Nacional da Madeira

Costinha espera um Nacional “com carácter” no jogo com o Feirense

Após a pesada derrota frente ao Benfica, o treinador do Nacional disse que "espera um boa resposta" por parte da sua equipa e acrescentou que o Nacional terá de "dar uma imagem muito diferente".

Apesar do período menos positivo pelo qual a formação madeirense passa, o treinador do Nacional afirma que a "equipa está confiante"

MÁRIO CRUZ/LUSA

O treinador do Nacional, Costinha, disse esta sexta-feira esperar uma “equipa com caráter” para o jogo com o Feirense, a contar para a 22.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, a disputar sábado no Estádio da Madeira.

Depois da pesada derrota no Estádio da Luz, frente ao Benfica, por 10-0, na última jornada, Costinha disse que ao longo da semana “a equipa trabalhou bem, no intuito de fazer muito melhor do que aquilo que fez no Estádio da Luz”, esperando “uma boa resposta”.

No jogo com o Feirense, o Nacional terá de “dar uma imagem muito diferente e ir à procura dos três pontos”, disse.

Costinha sublinhou que, “em termos emocionais, a equipa portou-se bem” na preparação do importante jogo com o conjunto de Santa Maria da Feira, embora consciente que “não se pode apagar aquilo que já está feito”.

Apesar do período menos positivo pelo qual a formação madeirense passa, Costinha afirma que a “equipa está confiante”, sabendo que “os 13 jogos que faltam são muito mais importantes que o jogo” que o Nacional fez face ao Benfica.

Ao longo da semana, houve algumas insinuações sobre a exibição do Nacional com o Benfica, mas Costinha desvalorizou-as, considerando que “no futebol toda a gente tem opinião e tem de dizer alguma coisa”.

“O que há a fazer é trabalhar com afinco, ser profissional”, mesmo perante “afirmações que não têm qualquer cabimento”, frisou Costinha.

Segundo o técnico do Nacional, foi importante, ao logo da semana, o apoio que a equipa recebeu dos adeptos: “Foi marcante para nós a presença de alguns adeptos no treino, por forma a fazermos o nosso trabalho ainda melhor”.

Para a partida com o Feirense, é importante os jogadores serem fortes “emocionalmente” e produzirem o que já conseguiram “no passado”, sabendo que a equipa adversária “vem também em dificuldades”.

Costinha espera entrar bem no jogo, pois o Nacional joga em casa “e tem um emblema a defender”, o que obriga a equipa “a estar motivada” e ser “competitiva, agressiva e ambiciosa”.

A terminar, Costinha ressalvou que “não irá mudar a forma de jogar”, pese o resultado no Estádio da Luz, até porque o Nacional jogou bem “com Sporting e com o FC Porto”, perdendo face ao Benfica por 10-0 “por outros episódios”.

O segredo para alcançar uma vitória ante o Feirense passa por ser forte emocional e mentalmente, tendo caráter”, finalizou.

O Nacional, 16.º classificado, com 20 pontos, recebe no sábado, pelas 15h30, o Feirense, último colocado, com 14, em encontro da 22.ª jornada da I Liga de futebol, a disputar no Estádio da Madeira, no Funchal.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)