Vinte e dois músicos portugueses foram selecionados para a temporada deste ano da Orquestra de Jovens da União Europeia, revelou esta sexta-feira a Direção-Geral das Artes (DGArtes).

Segundo o organismo, foram escolhidos nove instrumentistas efetivos – António Fonseca (contrabaixo), João Vargas (contrabaixo), Lia Melo (viola), Lia Yeranosyan (violino), Mariana Lopes (violino), Miguel Erlich (viola), Pedro Marques (viola), Pedro Ribeiro (trompa) e Sara Ferreira (violino) – e 13 como reservas.

Nas audições, realizadas pela DGArtes em novembro passado no Porto, 380 jovens músicos prestaram provas, tendo sido selecionados 22, tal como aconteceu para a temporada anterior.

A Orquestra de Jovens da União Europeia foi fundada em 1976 e Portugal está representado desde 1986.

A formação integra atualmente 120 músicos, provenientes de todos os países da União Europeia, e é dirigida pelos maestros Vasily Petrenko e Bernard Haitink.

Integrando a orquestra, os jovens músicos podem realizar cursos com professores de orquestras e conservatórios da Europa e andar em digressão.

Este ano, segundo a DGArtes, a digressão de primavera ocorrerá entre os dias 24 de março e 25 de abril e a de verão entre 8 de julho e 19 de agosto, com atuações em Itália, Omã, Áustria, Alemanha, Holanda e Luxemburgo.