Os Estados Unidos venceram esta sexta-feira a seleção do Mundo por 161-144, no jogo das estrelas em ascensão integrado no fim de semana All Star da Liga norte-americana de basquetebol (NBA), em Charlotte.

Num embate com muitos afundanços (55) e triplos (37), e em que pouco se defendeu, como é normal nestes encontros, o jogador em maior destaque foi Kyle Kuzma, dos Los Angeles Lakers, eleito o Jogador Mais Valioso (MVP), ao marcar 35 pontos.

“No ano passado, o Mundo deu-nos ‘pontapés nos rabos’, vencendo por 30 pontos. Muitos de nós ainda nos lembrávamos disso”, afirmou Kuzma, em alusão ao desaire por 31 pontos (155-124) no Rising Stars de 2018.

Jayson Tatum, com 30 pontos e nove ressaltos, Trae Young, com 25 pontos, 10 assistências de sete ressaltos, e Donovan Mitchell, com 20 pontos, nove assistências e sete ressaltos, foram os outros destaques da equipa norte-americana.

Quanto à formação dos jovens estrangeiros a atuar na NBA, o australiano Ben Simmons foi o líder, com 28 pontos, seis assistências e cinco ressaltos, secundado pelo finlandês Lauri Markkanen, com 21 pontos.

Por seu lado, o esloveno Luka Doncic – que o publico votou em grande número para o jogo principal, o All Star Game de domingo, mas acabou por não ser escolhido – terminou o embate com 13 pontos, nove assistências e cinco ressaltos.