O Lancia Stratos, fabricado entre 1973 e 1978, foi um dos desportivos mais exuberantes e belos da história do automóvel. Apenas foram produzidas 492 unidades, todas elas com motor 2.4 V6 com 190 cv, na versão de estrada, que depois evoluía consideravelmente na versão de competição até aos 320 cv, que dominou o campeonato do mundo de ralis, tendo vencido entre 1975 e 1977.

8 fotos

Depois de anos de ausência, o Stratos está de regresso pela mão da Manifattura Automobili Torino (MAT), empresa italiana que já produz os SCG003 para a Scuderia Cameron Glikenhaus. A MAT garantiu as necessárias autorizações para fabricar 25 unidades do Stratos 2019, que recorre à base do Ferrari 430, adoptando uma versão mais curta (20 cm) entre eixos do seu chassi, mas o mesmo motor 4.3 V8 atmosférico, com 540 cv.

10 fotos

Se a potência evoluiu, a peso aumentou igualmente, saltando dos originais 980 kg (ou 880 kg na versão de competição), para 1.247 kg. Contudo, isto não impede o Stratos do século XXI de passar pelos 100 km/h em 3,3 segundos e atingir 320 km/h. A MAT vai finalmente apresentar no Salão de Genebra a versão definitiva do novo Stratos, curiosamente equipada com caixa manual, o que o Ferrari 430 Scuderia nunca ofereceu.

No próximo salão automóvel suíço, a MAT vai expor as duas primeiras unidades do novo modelo, com os clientes a terem de preparar 500.000 euros, além de fornecerem um F430 ou um F430 Scuderia para servir de base à transformação, que vai dar origem a um desportivo clássico-moderno substancialmente mais evoluído.