O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, anunciou hoje que vai confiar a pasta dos Negócios Estrangeiros, que detinha até agora, ao rival Israel Katz, tido como sendo da linha dura do partido Likud.

A decisão do primeiro-ministro surge depois de uma organização não-governamental e de uma deputada trabalhista terem entregue duas queixas diferentes contra Netanyahu, que também é ministro da Saúde e da Defesa, argumentando que assumia demasiadas funções ministeriais.

Anunciada num comunicado por um porta-voz do Likud, a nomeação de Israel Katz, atualmente ministro dos Transportes e dos Serviços Secretos para ministro dos Negócios Estrangeiros interino surge menos de dois meses antes das eleições antecipadas.

Netanyahu e o Likud (direita) são os favoritos nas sondagens para as eleições de 9 de abril, apesar dos presumíveis processos de corrupção pelos quais o primeiro-ministro pode ser acusado.

“Com o primeiro-ministro, vamos continuar a fazer progredir a política estrangeira de Israel”, reagiu Israël Katz num comunicado, descrevendo a sua nomeação como um “momento emotivo”.

Katz, de 63 anos, não precisou se vai abandonar as atuais funções ministeriais nem informou sobre quando a nomeação será anunciada oficialmente.