Rádio Observador

Tecnologia

SpeakOut.Tech: o movimento que ameaça divulgar informações internas das empresas de tecnologia

A SpeakOut.Tech é uma campanha criada pelos trabalhadores de Silicon Valley para lutar contra o trabalho anti-ético de algumas empresas de comunicação e tecnologia.

Manifestação dos trabalhadores da Google, em novembro do ano passado, contra o assédio sexual na empresa.

AFP/Getty Images

A Fight for the Future, uma organização sem fins lucrativos na área dos direitos digitais, lançou a plataforma SpeakOut.Tech, que incentiva os trabalhadores de empresas de tecnologia e comunicação a denunciarem de forma anónima práticas anti-éticas das empresas, como a privacidade, questões raciais, contratos com o governo e assédio no trabalho.

O site recomenda a ferramenta SecureDrop, para os utilizadores enviarem informações confidenciais para os media ou outras organizações. Alguns estão dispostos a receber diretamente as denúncias de forma anónima, como o site coworker.org, o jornal online The Intercept, a agência de notícias Associated Press, o jornal britânico The Guardian e o jornal americano The New York Times.

Jelani Drew, ativista da Fight for the Future, contou, citado pelo The Guardian, que as ”as pessoas estão realmente animadas”. ”É incrível que os trabalhadores da área da tecnologia estejam a pressionar os empregadores”, disse.

Os casos do Facebook e da Google

Através do The GuardianChristopher Wylie, ex-diretor da empresa de análise de dados Cambridge Analytica revelou ao mundo como a empresa tinha usado indevidamente os dados de 87 milhões de contas do Facebook para ajudar a eleger Donald Trump nas eleições norte-americanas de 2016.

Na Google, no ano passado, alguns trabalhadores conseguiram organizar paralisações globais depois de descobrirem que a empresa pagou 90 milhões de dólares (cerca de 79 milhões de euros) a um executivo acusado de assédio sexual para abandonar a empresa, o que levou a algumas mudanças estruturais na companhia.

A Fight for the Future está a recolher dinheiro através de doações online, crowdfunding, para publicitar o movimento e chegar a mais pessoas e empresas de Sillicon Valley.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros de órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)