Rádio Observador

Liga dos Campeões

A finta de Bernardo, o livre de Sané e a assistência de Ederson: City vence Schalke 04 com dez

Bernardo Silva voltou a dar nas vistas, Otamendi foi expulso e Ederson fez uma assistência na vitória do Manchester City frente ao Schalke 04 (3-2) que teve um grande golo de Sané e uma avaria no VAR.

Sterling apontou assim o 3-2 final no último minuto, após uma assistência longa feita pelo guarda-redes Ederson

AFP/Getty Images

Depois de uma terça-feira em que os dois jogos da Liga dos Campeões (Liverpool-Bayern e Lyon-Barcelona) ficaram em branco, e com o Atl. Madrid a conseguir apenas nos últimos 15 minutos um surpreendente triunfo em Espanha frente à Juventus por 2-0 com golos de Giménez e Godín, Schalke 04 e Manchester City asseguraram golos, emoção e momentos para recordar do início ao fim da partida em Gelserkirchen, com os ingleses a ganharem por 3-2 depois de terem estado em desvantagem e numa altura em que já estavam reduzidos a dez unidades, por expulsão do antigo central portista Otamendi.

Pouco depois do primeiro quarto de hora, o conjunto comandado por Pep Guardiola chegou à vantagem aproveitando um erro crasso do guarda-redes Fährmann, que colocou curta a bola para um defesa e deu espaço para o roubo de bola de David Silva, que assistiu Kun Agüero para o toque final (18′). No entanto, os alemães conseguiriam dar a volta ainda na primeira parte através de duas grandes penalidades convertidas por Bentaleb (38′ e 45′) e com um outro caso à mistura: a transmissão do VAR falhou nesse momento e o primeiro castigo máximo foi marcado sem rever imagens, algo que seria explicado aos capitães de equipa.

Havia magia na cidade onde o FC Porto ganhou a sua segunda Liga dos Campeões do palmarés e por onde o conjunto de Sérgio Conceição já passou esta temporada, das fintas de Bernardo Silva no relvado a justificarem os rasgados elogios do técnico espanhol na antecâmara do encontro a um adepto que se tornou viral nas redes sociais por conseguir transportar uma cerveja na cabeça mesmo a descer degraus sem que um pingo que fosse caísse do copo. Magia e emoção, do início ao fim. Literalmente.

Apesar de estar reduzido a dez unidades desde os 68 minutos por expulsão de Otamendi, o que levou à entrada do central belga Kompany para o lugar do médio espanhol David Silva no intuito de dar outro equilíbrio à equipa, o Manchester City conseguiu ainda dar a volta ao jogo nos cinco minutos finais, com o empate a surgir num fantástico livre direito de Leroy Sané (contra a sua anterior formação, sendo que no final foi à bancada dar a sua camisola a uma adepta alemã) e o 3-2 que praticamente sentencia a eliminatória a nascer numa assistência de Ederson para Sterling.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: broseiro@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)