Mário Centeno

Centeno diz que mais de 51 precários da RTP receberam parecer favorável para integração nos quadros da empresa

O ministro das Finanças diz que estes precários, de entre 274 requerentes que pediram parecer favorável, se juntam aos 130 iniciais e que já têm homologação para vínculo definitivo à RTP.

Mário Centeno disse ainda que há mais situações que ainda podem ser alvo de análise para pareceres de homologação

ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

O ministro das Finanças disse esta quarta-feira no parlamento que mais 51 trabalhadores precários da RTP receberam, em recurso, parecer favorável, que se juntam aos 130 iniciais e que já têm homologação para integração na empresa pública.

Segundo Mário Centeno, os 130 precários a quem a Comissão de Avaliação Bipartida (CAB) deu pareceres favoráveis, no âmbito do Programa de Regularização Extraordinário dos Vínculos Precários na Administração Pública (PREVPAP), já têm “homologação completa” para vínculo definitivo à RTP.

Depois desse processo inicial, acrescentou, foram feitas audiências prévias em relação aos restantes requerentes, 274, sendo que houve então a aprovação da CAB a “mais 51” trabalhadores. Nestes casos, afirmou, “os ministérios das Finanças e do Trabalho ainda não têm estes pareceres para homologação”.

Mário Centeno disse ainda que há mais situações que ainda podem ser alvo de análise.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Programa de Estabilidade

O “truque”de Mário Centeno

Inês Domingos
274

O programa de Estabilidade, mais do que previsões, apresenta-nos unicórnios alados, que servem lindamente para contar histórias às crianças, mas não são uma forma credível de preparar o futuro do país

25 de Abril

O meu 25 de Abril

José Pinto

O 25 de Abril de 1974 valeu bem a pena sobretudo por tudo aquilo que veio a significar quando a poeira revolucionária poisou e Portugal começou a acertar o relógio pelos ponteiros da História.

Liberdades

O medo da liberdade /premium

Paulo Tunhas

O que esta nova esquerda busca não se reduz ao desenvolvimento de um Estado tutelar. É algo que visa a perfeita eliminação da sociedade como realidade distinta do Estado. Basta ouvir Catarina Martins.

25 de Abril

Princípio da União de Interesses

Vicente Ferreira da Silva

O nosso sistema de governo promove desigualdades entre os cidadãos, elimina a responsabilidade dos titulares de cargos públicos e limita as liberdades, os deveres e os direitos fundamentais.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)