A Federação Portuguesa de Basquetebol (FPB) confirmou esta quarta-feira o alargamento da Liga para 14 equipas, com a inclusão do Sporting no principal escalão.

Em comunicado, a FPB oficializou os modelos competitivos decorrentes da aceitação da candidatura dos ‘leões’ à participação na edição de 2019/20 da Liga, “depois de auscultação efetuada aos diferentes agentes da modalidade”.

Assim, esta época, apenas o 12.º e último classificado no final da 2.ª Fase – Grupo B vai ser despromovido à Proliga, segundo escalão, atualmente disputada por 16 clubes, divididos por duas zonas, do qual vão ser relegadas três equipas para o campeonato da primeira divisão.

Em 2019/20, a Liga vai ser disputada pelas 11 equipas que assegurarem a manutenção, as duas promovidas da Proliga e o Sporting, com uma fase regular a apenas uma volta, seguindo-se os ‘play-offs’ para apuramento do campeão, à melhor de cinco jogos, para as primeiras oito classificadas.

Ao mesmo tempo, as classificadas do nono ao 12.º lugar disputam os ‘play-outs’, também à melhor de cinco. São despromovidas as últimas duas colocadas da fase regular e as vencidas dos ‘play-outs’.

Este modelo competitivo visa restabelecer em 2020/21 a Liga com 12 equipas, aumentando para 14 a Proliga, que voltará a ser reduzida a 12, com a descida de quatro clubes na época seguinte, passando os dois principais escalões a contar com uma dúzia de emblemas cada.