O treinador do Sporting, Marcel Keizer, assegurou esta quarta-feira que os ‘leões’ não temem o Villarreal e estão conscientes de que têm de marcar para seguirem para os oitavos de final da Liga Europa de futebol.

“Depois da desilusão no primeiro jogo com o Villarreal, sabemos que temos de marcar. Não é fácil, mas sabemos o que temos de fazer”, começou por dizer Keizer, na antevisão da partida da segunda mão dos 16 avos, marcada para quinta-feira, em Espanha.

Após a derrota por 1-0 em casa, o técnico admitiu que o Sporting vai ter um jogo “mais difícil”, mas garantiu que a formação de Alvalade não teme o ‘submarino amarelo’, atual 18.º e antepenúltimo classificado do campeonato espanhol.

“Não tememos o Villarreal, mas respeitamo-los. Tiveram bons resultados com o Sevilha e contra nós. Este jogo é mais difícil, mas é importante estarmos motivados e fazer o que temos de fazer”, referiu o holandês.

De resto, Keizer assumiu a importância do encontro: “É muito importante, como são todos os jogos do Sporting, porque precisamos de vitórias. Queremos seguir em frente e continuar na Liga Europa, tal como também queremos seguir na Taça de Portugal e fazer o melhor no campeonato”.

O sistema 3x4x3 apresentado perante o Sporting de Braga, que resultou num triunfo por 3-0, tem sido tema de discussão nos últimos dias, pela surpresa que causou no oponente e até na opinião pública, mas Keizer relativizou a questão e lembrou que “o mais importante são os jogadores”.

“É preciso avaliar a equipa, a condição dos jogadores e quais estão disponíveis. Com tantos jogos seguidos, é difícil treinar um novo sistema, porque há pouco tempo entre jogos. Mas, mais do que o sistema, o mais importante são os jogadores. Alterámos com a intenção de jogar melhor futebol”, disse, sem revelar os planos para o embate europeu: “Não posso dizer. Amanhã [quinta-feira] veremos”.

Sporting e Villarreal jogam na quinta-feira, a partir das 17h55, no Estádio El Madrigal, num encontro que será dirigido pelo checo Pavel Královec.