Arte

Watercolour World: 80 mil aguarelas para mostrar como era o mundo antes da fotografia

163

Fred Hohler criou um website com 80 mil quadros anteriores ao século XX para o público compreender o passado do mundo, nomeadamente as alterações climáticas.

O ex-diplomata britânico Fred Hohler criou um website para mostrar ao público como é que era o mundo antes da fotografiaWatercolourWorld já tem mais de 80 mil peças de anos anteriores a 1900, mas a pergunta coloca-se. Como é que Hohler conseguiu juntar tantas aguarelas de anos e autores tão diferentes?

O site começou com algumas peças de coleções públicas de museus como o Rijksmuseum, em Amesterdão, o Museu Metropolitano de Arte de Nova Iorque e o Museu das Belas Artes de Orléans, em França. Mas o fundador do site tem mais interesse em coleções privadas. ”As pessoas dizem sempre que não têm nada de especial. Mas depois vou até ao sótão ou às salas de estar delas e descubro tesouros escondidos”, conta Hohler, citado pelo The Guardian.

A coleção que está no Watercolour World é muito abrangente, uma vez que o objetivo é reunir trabalhos de pintores profissionais e amadores de outra época. Hohler suspeita que algumas aguarelas podem pertencer a mulheres que não eram remuneradas e pintavam apenas para deixar pistas e registos de como era o mundo na altura.

”Deserters [Desertas] taken on the spott from the Pallas” [Bray album], 1774, de Gabriel Bray

Aliás, Hohler diz mesmo que estes quadros ”são ferramentas fundamentais para perceber o presente”, quer em relação a questões ambientais, como a erosão costeira e a perda de fauna e flora, mas também sociais e políticas, como as guerras e a ação do Estado Islâmico.

”A general prospect of Palmira from the north west”, 1756, obra dedicada a Thomas Bowles III

Hohler diz que há milhões de peças que podiam fazer parte da coleção do site e que  ”qualquer pessoa com um telemóvel pode enviar uma fotografia de uma pintura histórica para descobrir se alguém mentiu [acerca da obra], e assim completar a imagem que temos do mundo

No site é possível fazer uma pesquisa minuciosa e procurar obras por continente, país, ano ou autor.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)