Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Em Portugal, este é o primeiro festival de cinema dedicado apenas a projetos universitários. Vai acontecer no Auditório 1 da FCSH e o tema é ”Cinema e Conhecimento”, uma vez que o objetivo principal é incentivar o debate em torno da relação cinema, conhecimento, ciência e comunicação.

A programação do CINENOVA vai incluir mais de 50 curtas-metragens com duração até 30 minutos feitas por dezenas de estudantes universitários de Portugal, da Argentina, Brasil, Escócia e Espanha. A diretora e produtora executiva do festival, Margarida Medeiros, disse ao Observador que ”a ideia é envolver os alunos e serem capazes de pôr em pratica coisas que aprendem no departamento da comunicação” e mostrar que ‘a faculdade não é só um sitio onde os alunos vêm ter aulas”.

Os jovens tiveram a oportunidade de enviar curtas-metragens por eles realizadas, que agora vão concorrer aos prémios de Melhor Filme, no valor de 2 mil euros, e Melhor Filme Português do ano, que vale mil euros.

A entrada no CINENOVA é livre. Para a festa de abertura no primeiro dia do festival,a entrada custa 4 euros (2 euros para os sócios da Associação de Estudantes). Ali, vão atuar CelesteMariposa, Cara//vag//yo e Puro Tarraxo DJ Set. No dia seguinte, a cineasta Susana Sousa Dias e o professor José Manuel Costa, diretor da Cinemateca, vão dar uma aula sobre ”Cinema e Arquivo”.

Depois da estreia, a vontade da organização é realizar mais edições. ”Já há alguns alunos que vão acabar o curso, vão seguir mestrado e dizem que querem continuar na organização deste festival”, contou Margarida Medeiros.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR