Festivais de Música

Manel Cruz, David Fonseca e Luísa Sobral no cartaz do festival Soam as Guitarras

O festival Soam as Guitarras, que se realiza em abril em Oeiras, Évora e Póvoa de Varzim, "recebe 18 espetáculos de 14 artistas que estreiam novos formatos", anunciou esta sexta-feira a organização.

Os bilhetes para os concertos em Évora já estão à venda. A partir da próxima semana serão postos à venda os dos concertos na Póvoa de Varzim e, em breve, os dos espetáculos em Oeiras

TIAGO PETINGA/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

Manel Cruz, David Fonseca, Luísa Sobral e Aline Frazão estão entre os artistas que atuam no festival Soam as Guitarras, que se realiza em abril em Oeiras, Évora e Póvoa de Varzim, anunciou esta sexta-feira a organização.

“Em 2019, o Soam as Guitarras recebe 18 espetáculos de 14 artistas que estreiam novos formatos, promovem encontros únicos ou atuam em nome próprio, celebrando a arte da guitarra”, refere a organização do festival, que à terceira edição se estende à Póvoa de Varzim, num comunicado hoje divulgado.

A 3.ª edição do festival arranca a 4 de abril, em simultâneo em Oeiras e em Évora. Nesse dia, atuam, no Auditório Municipal Eunice Muñoz, em Oeiras, Aline Frazão, que estreia um espetáculo inédito com Pedro Jóia, e, no Teatro Garcia de Resende, em Évora, David Fonseca, que irá estrear “Radio Gemini Closer”, “um espetáculo intimista que cruza o cinema e imagens com a sua música, dando continuidade à promoção do álbum ‘Radio Gemini’ (2018)”.

Numa programação, “que se distingue pela versatilidade, o Soam as Guitarras volta a dar espaço a novos discos”. Manel Cruz irá apresentar no festival, a 11 de abril, no Diana Bar, na Póvoa de Varzim, “VIDANOVA”, álbum com edição prevista para 5 de abril, que também leva, a 12 de abril, ao Auditório Municipal Ruy de Carvalho, em Oeiras.

“Luísa Sobral, que lançou em 2018 ‘Rosa’, atua em duo com Manuel Rocha [05 de abril no Auditório Municipal Eunice Muñoz], Royal Bermuda mostram o trabalho de estreia, ‘Paraíso Cafajeste’ [06 de abril na Igreja de São João Evangelista (Palácio Cadaval), Évora], e Rubel, a nova revelação da Música Popular Brasileira, interpreta o seu mais recente disco ‘Casas’, num formato intimista”, em 05 de abril na Igreja de São João Evangelista.

De acordo com a organização, “os encontros entre artistas assumem, uma vez mais, um papel central na filosofia do evento”. Além do espetáculo inédito de Aline Frazão com Pedro Jóia, a programação inclui atuações de The Legendary Tigerman com Calcutá (06 de abril no Teatro Garcia de Resende, em Évora, 11 de abril no Auditório Municipal Ruy de Carvalho, em Oeiras, e 12 de abril no Cine-Teatro Garrett, na Póvoa de Varzim) e de Marta Pereira da Costa com Tiago Bettencourt (05 de abril no Teatro Garcia de Resende e 13 de abril no Cine-Teatro Garrett).

Além disso, “em nome próprio apresentam-se três virtuosos na arte da guitarra: Ângelo Freire traz a sua voz e guitarra portuguesa, acompanhado por viola e baixo, para um concerto único [13 de abril no Auditório Municipal Eunice Muñoz, em Oeiras], Pedro Caldeira Cabral apresenta ‘Cítara Portuguesa’ [7 de abril na Igreja do Convento da Cartuxa, em Oeiras], e Ricardo Rocha atua também a solo, com a sua singular abordagem à guitarra portuguesa [07 de abril na Igreja de São João Evangelista (Palácio Cadaval), em Évora, e 14 de abril na Igreja do Convento da Cartuxa]”.

Os bilhetes para os concertos em Évora já estão à venda. A partir da próxima semana serão postos à venda os dos concertos na Póvoa de Varzim e, em breve, os dos espetáculos em Oeiras.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)