Rádio Observador

Estados Unidos da América

Jornal que pediu regresso do KKK tem agora diretora negra

248

Na semana passada, um jornal do Alabama, nos Estados Unidos, pedia o regresso do movimento racista Ku Klux Klan no seu editorial. Agora tem uma nova diretora: uma mulher negra.

ERIK S. LESSER/EPA

Numa altura em que o famoso movimento racista e xenófobo Ku Klux Klan (KKK) voltou a ser tema de conversa — devido ao filme BlacKkKlansman, nomeado para Óscar de Melhor Filme –, eis que o grupo sai do grande ecrã e volta para a vida real. Na semana passada, o pequeno jornal regional do Alabama The Democrat-Reporter chocou aquele estado dos Estados Unidos da América pela mensagem que trazia no seu editorial: “Está na hora do Ku Klux Klan andar por aí outra vez”. Apenas uma semana depois, o jornal muda de diretor. Sai Goodloe Sutton e entra Elecia Dexter — uma mulher negra.

Elecia Dexter é agora a nova editora do jornal regional do Alabama

Elecia Dexter assumiu assim na sexta-feira o The Democrat-Reporter, jornal semanal impresso em Linden. Substituiu Goodloe Sutton, de 79 anos, diretor de longa data do jornal e autor do editorial que provocou repreensões das autoridades, fazendo manchetes nacionais e internacionais.

Sutton, que esteve à frente da publicação nos últimos 50 anos, recusou-se inicialmente a pedir desculpas, dizendo ao jornal Montgomery Advertiser que escreveu o editorial com o intuito de criticar os democratas, que estariam a planear um aumento de impostos no Alabama. Se as declarações já parecem abusivas, Sutton ainda concluiu dizendo:  “Se pudéssemos fazer com que o Klan aparecesse e limpasse Washington estaríamos todos muito melhor”.

Goodloe Sutton não ficou em “bons lençóis” depois do editorial que publicou na semana passada

Declarações que não deixaram outra alternativa a Goodloe Sutton que não retratar-se depois e acabar por sair do comando do jornal. Os proprietários avançaram de imediato para a procura de um substituto e este apareceu no género feminino e de outra etnia, precisamente a odiada pelo KKK. Elecia Dexter, uma mulher negra, chega então como nova diretora, operando uma mudança completa na estrutura do jornal.

Segundo o The Guardian, o The Democrat-Reporter comunicou que Dexter se formou na Eastern Illinois University, tendo “raízes fortes e uma história rica” ​​na área do Alabama, acrescentando que continuará a tradição jornalística do jornal tentando, ao mesmo tempo, dar-lhe um novo rumo. “A Sra. Dexter chega naquele que é um momento crucial para o jornal e podemos ter plena confiança na sua capacidade de lidar estes tempos difíceis”, disse o jornal.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)