A mulher do ex guarda-redes do Benfica Carlos Bossio sofreu um Acidente Vascular Cerebral durante o parto. O estado de saúde de Ana Débora Lucero Bustamante, de 42 anos, agravou-se e acabou por morrer. O bebé de sete meses, primeiro filho do casal, está a lutar pela vida, noticia o jornal argentino Clarin. O Benfica já enviou as condolências ao jogador argentino.

O jogador tinha publicado esta quinta-feira uma mensagem na rede social Instagram, onde pedia pela recuperação da mulher. “Força, amor… Não me deixes, guerreira da vida…. Amo-te…”, lê-se na publicação.

O guarda-redes jogou quatro épocas de águia ao peito e o Benfica já enviou uma mensagem de solidariedade ao jogador, no site do clube.

Neste momento tão difícil e de dor por que está a passar, fica a mais forte solidariedade e conforto de toda a Família Benfiquista ao nosso antigo guarda-redes”, lê-se na mensagem publicada no site do clube.

Mas o Benfica não foi o único a demonstrar o seu apoio a Carlos Bossio, neste momento difícil. O Clube Atlético Lanús,  um clube argentino onde o guarda-redes se sagrou campeão em 2007 , também fez uma publicação via Twitter dedicada à mulher do jogador. “Lamentamos profundamente o falecimento de Ana Débora, a esposa de Carlos Gustavo Bossio. A Chiquito [como era tratado], um dos símbolos do clube Lanús, acompanhamos-te neste momento de dor. As nossas condolências a ele e à sua família”.

Também o Belgrano, o clube onde deu os primeiros passos no mundo do futebol, se solidarizou com o jogador pela mesma via. “Enviamos as nossas condolências a Carlos Bossio e à sua família, neste momento difícil e doloroso, devido ao falecimento da sua mulher”.

Em Portugal, o jogador esteve ainda uma temporada no Vitória de Setúbal, entre 2001 e 2002. Na argentina, foi chamado para a seleção entre 1994 e 1996, tendo jogado doze partidas. Aos 40 anos, decidiu tirar as luvas e retirou-se do futebol.