Os presidentes dos parlamentos da Madeira, Açores, Canárias e Cabo Verde, que compõem a Macaronésia, assumiram esta segunuda-feira na Praia, ilha de Santiago, “tolerância zero” ao plástico que ameaça os oceanos, disse o presidente da Assembleia Legislativa da Madeira.

Tranquada Gomes falava à agência Lusa no final de um encontro entre os presidentes dos parlamentos da Macaronésia e o primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, a quem transmitiram o avanço dos trabalhos para as Jornadas Parlamentares Atlânticas, que se realizam no próximo ano em Cabo Verde.

Na manhã de segunda-feira, os presidentes das assembleias legislativas regionais da Madeira, Açores e Canárias realizaram nas instalações do parlamento cabo-verdiano a primeira reunião do grupo de ligação que vai preparar as próximas jornadas.

Segundo Tranquada Gomes, “estas serão jornadas de reflexão, de partilha, de apresentação de soluções”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Apesar da pequenez dos nossos territórios insulares, entendemos que, em conjunto, somos maiores. Esta maneira de nós comunicarmos, de apresentarmos soluções, nos conhecendo uns aos outros, é uma mais-valia para o futuro dos nossos arquipélagos”, afirmou.

Nesta reunião, os parlamentares acordaram numa “ideia-força” que diz respeito à “tolerância zero relativamente aos plásticos no território marítimo da Macaronésia”.

“Isso revela que estamos preocupados com o futuro dos oceanos, que, apesar da exiguidade dos territórios, temos um imenso mar pela frente que é preciso acautelar e que, nestas situações, o facto de estarmos unidos é uma vantagem, porque na soma acrescentamos muito, porque há muito mar para partilhar, para defender”, sublinhou Tranquada Gomes.

Reconhecendo que as decisões finais estão a cargo dos executivos, Tranquada Gomes alertou para a responsabilidade dos parlamentos: “O parlamento faz um enquadramento das situações e isso vai obrigar nas próximas jornadas parlamentares a que os parlamentos também adiantem medidas para que os executivos as traduzam no dia a dia dos nossos arquipélagos”.

Na terça-feira, decorre no Mindelo, ilha de São Vicente, a conferência parlamentar sobre “A Macaronésia: laboratório da biodiversidade do Atlântico”, enquadrada nas Jornadas Atlânticas.

Nesta conferência serão debatidos dois módulos com temas relacionados com a oceanografia e a biodiversidade no Atlântico Médio e a transição para a economia azul e turismo sustentável.