O príncipe Harry e Meghan Markle terminam esta segunda-feira uma visita de três dias a Marrocos, com o objetivo de melhorar as relações entre as duas nações, já que o Reino Unido quer reforçar relações com países fora da União Europeia.

Esta vai ser, provavelmente, das últimas viagens da duquesa antes de ter o filho. Meghan Markle está grávida de sete meses, e o bebé está previsto que nasça em fins de abril, ou início de maio. Oficiais confirmaram que tiveram atenção aos cuidados médicos que podiam ser necessários durante a visita da duquesa ao país.

Apesar da gravidez, Meghan tem mantido o calendário cheio. Recentemente, regressou de Nova Iorque, onde celebrou o seu baby shower com amigos próximos, incluindo Serena Williams e Amal Clooney.

Na visita a Marrocos, o duque e duquesa de Sussex foram recebidos por um guarda de honra quando aterraram. Ainda que tenham chegado duas horas atrasados, foram cumprimentados por vários oficiais, incluindo o embaixador britânico de Marrocos, Thomas Reilly.

O par ficou hospedado no palácio real do Rei Mohammed VI, e depois de terem chegado à capital de Marrocos, também tiveram contacto com o príncipe herdeiro Moulay Hassan, de 15 anos. A receção teve direito a gastronomia típica, já que foi oferecido ao casal tâmaras e leite com flores de laranjeira, uma tradição dos casamentos marroquinos.

Esta visita, a primeira do casal ao país do norte de África, teve como foco a promoção da igualdade de género. Thomas Reilly descreveu o momento como “muito entusiasmante”, e o Palácio de Kensington disse, antes da visita, que o casal real estaria bastante entusiasmado com a “oportunidade de conhecer jovens marroquinos”. Na página da rede social Twitter, também escreveram que esta seria uma oportunidade para mostrar “trabalho a ser bem feito para promover a educação de raparigas, empoderar jovens e dar apoio a crianças com origens desfavorecidas”.

No domingo, Harry e Meghan visitaram a cidade de Asni, onde conheceram vários estudantes numa escola local, e aprenderam sobre a organização não-governamental “Education for All”, que constrói residências para raparigas entre as idades de 12 e 18 anos.

Meghan Markle numa visita a uma residência de raparigas com idades entre os 12 e os 18 anos, em Asni, Marrocos. (Photo by Tim P. Whitby – Pool/Getty Images)

Esta segunda-feira — o último dia de visita — a agenda foi preenchida com o programa local de ajuda a crianças com necessidades especiais, e também com a visita a uma escola de culinária para crianças.

Para além de todos os momentos de trabalho, também houve tempo para visitar, em Rabat, os jardins andalusos.

O encontro com o Rei Mohammed VI estava reservado para o final da visita. O casal esteve com o rei na sua residência, em Rabat. Foi uma conversa descontraída, mas houve ainda um momento mais formal, quando Harry entregou uma mensagem privada da sua avó, a rainha da Inglaterra, dentro de um envelope.

Princípe Harry e Meghan Markle, no seu encontro com o Rei Mihammed VI, em Marrocos (Photo by Yui Mok – Pool / Getty Images)