A Toyota não perde uma oportunidade de capitalizar o “peso” que o nome Corolla tem no mercado. E a prová-lo estão as duas novas versões do compacto que o construtor japonês levará a Genebra. A mais desportiva é exibida no hatch e leva o “tratamento” da Gazoo Racing, enquanto a mais aventureira escolheu a Touring Sports para receber o cunho da fabricante de bicicletas Trek. Está claro que, num e noutro caso, estamos sempre perante propostas híbridas – só podia!

À semelhança do que já aconteceu no Salão de Paris do ano passado com o Yaris, o Corolla foi alvo da atenção divisão de personalização e performance da marca japonesa, a Gazoo Racing, e daí resulta a versão GR Sport, com direito a suspensão rebaixada, jantes de liga leve de 18 polegadas com um desenho mais desportivo e acabamento preto – a mesma cor que se encontra nos retrovisores, tejadilho e pilares. A isso há que juntar vários detalhes a vermelho, a contrastar, saias laterais estilizadas e ainda para-choques traseiro com cromados a imitar saídas de escape. Na frente, as alterações são mínimas, mas sempre privilegiando o domínio do negro, da grelha ao para-choques, sem esquecer os faróis.

2 fotos

Quanto à Touring Sports, confirma-se o que aqui tínhamos antecipado: uma versão mais aventureira, ao estilo da clientela que a Volkswagen conquista com as Alltrack e a Ford com as Active. No caso da Toyota, a designação escolhida é Trek, precisamente o nome do fabricante de bicicletas que contribuiu no desenvolvimento desta variante mais radical. Tal como a GR Sport ainda mantém o habitáculo no segredo dos deuses, também a Trek não dá ainda a ver o interior, embora a Toyota garanta que em ambas as versões encontraremos um ambiente diferenciado.

No capítulo da mecânica, o já conhecido (do Prius) 1.8 Hybrid de 122 cv e 142 Nm de binário (combina um motor a gasolina de 98 cv com um motor elétrico com 72 cv) e o novo 2.0 de 152 cv associado a um motor eléctrico de 109 cv, para no conjunto debitarem uma potência máxima de 180 cv.