Mercedes-Benz

AMG One com 1000 cv é bom, mas Hamilton quer mais

Não é fácil satisfazer os homens que, por profissão, pilotam os carros de F1. Hamilton, pentacampeão do mundo, analisou o AMG One e pediu à Mercedes que lhe fizessem uma versão especial. Mas melhor…

Lewis Hamilton é um dos melhores pilotos de F1 da actualidade, senão mesmo o melhor. Conquistou os últimos quatro títulos de Campeão do Mundo com a Mercedes e é hoje rei e senhor dentro da equipa, mesmo depois de uma fase em que o team alemão parecia favorecer Nico Rosberg, que abandonou a competição. Daí que, quando Hamilton quer alguma coisa, seja complicado para a Mercedes dizer-lhe que não.

Hamilton, que foi utilizado para promover o AMG One desde a primeira hora, analisou o hiperdesportivo germânico e, se por um lado se mostrou satisfeito, por outro não resistiu a pedir que lhe fizessem uma série especial com um pouco mais de “garra”. Um pedido complexo e que certamente surpreendeu os engenheiros, que já dotaram o modelo com um motor 1.6 V6 sobrealimentado, derivado daqueles que usam na F1, que deverá fornecer cerca de 700 cv, potência que depois é complementada por três motores eléctricos de 160 cv cada, estando um acoplado ao motor de combustão a gasolina, para lhe elevar a potência, com os restantes dois montados à frente, um por roda, para melhorar o comportamento, através da vectorização do binário e fazer mover o carro em modo eléctrico. O que com uma bateria de somente 6 kWh também não deverá ir longe.

Ainda que aprecie a capacidade do AMG One, o piloto de F1 quer ir um pouco mais longe, pelo que disse ter pedido à Mercedes que lhe permita desenvolver uma edição limitada, a que cederá o seu nome, que poderá ser vendida a outros clientes. O que seria um bom negócio para a marca alemã, pois os 275 exemplares do AMG One já foram todos vendidos e por 2,2 milhões de euros, antes de impostos, um dos quais para Portugal.

Hamilton revelou ainda que, apesar de ainda não ter recebido resposta quanto ao AMG One LH Edition – pode existir uma questão legal associada, uma vez que os compradores que pagaram o carro, fizeram-no por aquele valor com a garantia que só iriam produzir 275 unidades –, já teve oportunidade de conversar com o responsável pelos motores de F1 da Mercedes, Andy Cowell, sondando-o como seria possível ter um pouco mais de potência e, sobretudo, um ruído mais sexy. Esta é tipicamente uma solicitação a que Cowell responderia afirmativamente e com prazer, sucede que o One já foi atrasado cerca de nove meses por dificuldades com o motor. Não com a potência, mas com a necessidade de fazê-lo respeitar as emissões legais para circular em estrada.

É bom recordar que esta não seria a primeira vez que Hamilton lida com versões especiais, uma vez que já a Pagani produziu versões especiais LH Edition para o piloto da Mercedes, o que não deverá voltar a acontecer, uma vez que a marca alemã ascendeu ao estatuto de concorrente, produzindo também ela um hiperdesportivo. Contudo, o Pagani Huayra monta uma mecânica diferente, mais nobre mas menos sofisticada (nada se aproxima a um motor de competição, especialmente se for de F1), um 6.0 V12 biturbo, com 720 cv e nada menos do que 1000 Nm de binário, que a Pagani adquire à… AMG.

Pesquisa de carros novos

Filtre por marca, modelo, preço, potência e muitas outras caraterísticas, para encontrar o seu carro novo perfeito.

Pesquisa de carros novosExperimentar agora

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: alavrador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)