Presidente Trump

Juristas republicanos querem que Michael Cohen seja acusado de falso testemunho

Jim Jordan e Mark Meadows defendem que o ex-advogado de Trump prestou falso testemunho na quarta-feira. Democratas dizem que acusações não tem fundamento. Michael Cohen vai ser ouvido a 6 de março.

Michael Cohen foi condenado a três anos de prisão por fraude. Vai começar a cumprir a pena em maio

Getty Images

Dois membros do Comité de Supervisão da Câmara dos Representantes recomendaram ao Departamento da Justiça que Michael Cohen fosse acusado do crime de perjúrio, por, alegadamente, ter feito falsas declarações durante a sua audição na quarta-feira. O antigo advogado de Donald Trump foi ouvido por um comité especial sobre as muitas suspeitas que recaem sobre o presidente dos Estados Unidos da América, nomeadamente no que diz respeito às suas relações com a Rússia.

Os juristas republicanos Jim Jordan e Mark Meadows, aliados do presidente norte-americano no Comité de Supervisão, apontaram vários excertos do depoimento de Cohen que acreditam deixar claro que este “cometeu perjúrio” e fez falsas declarações conscientemente.

Um desses excertos diz respeito ao seu trabalho com o atual presidente dos Estados Unidos da América. Na quarta-feira, Cohen disse que nunca quis trabalhar na Casa Branca, mas os dois juristas republicanos argumentam que o ex-advogado de Trump “disse em privado a amigos e colegas, incluindo em mensagens de texto, que esperava ter um cargo importante na nova administração”, cita a CNN.

Jordan e Meadows pediram que as “afirmações contraditórias” de Michael Cohen fossem investigadas. Um porta-voz do Departamento da Justiça disse que o caso vai ser analisado.

Os democratas já reagiram à acusação de perjúrio, sugerindo que esta não tem fundamento, refere a CNN. O advogado de Cohen, Lanny Davis, chamou à recomendação dos dois juristas “um mau uso do sistema de justiça criminal com uma aura de puro partidarismo”.

Michael Cohen continua a ser ouvido a 6 de março

O ex-advogado de Trump voltou a ser ouvido esta quinta-feira. Ao contrário da audição de quarta-feira, esta, conduzida pelo Comité de Inteligência da Câmara dos Representantes, decorreu à porta fechada. O interrogatório irá continuar no dia 6 de março, anunciou o presidente do comité, Adam Schiff.

Schiff revelou ainda, à saída da audição desta quinta-feira, que haverá uma outra sessão a 14 de março com Felix Sater, o empresário que trabalhou com o atual presidente norte-americano na construção da Trump Tower em Moscovo. Esta audição será parcialmente aberta ao público. O presidente do Comité de Inteligência não revelou quaisquer pormenores sobre a audição desta quinta-feira.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rcipriano@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)