O tenista espanhol Rafael Nadal, número dois mundial e primeiro cabeça de série, foi eliminado esta quinta-feira no torneio de Acapulco, ao perder com o australiano Nick Kyrgios na segunda ronda da prova mexicana, em piso duro.

Num encontro longo e marcado por alguma polémica, Nadal venceu o primeiro set, mas desperdiçou três match points consecutivos e acabou por permitir a reviravolta do australiano, número 72 do mundo, que se impôs pelos parciais de 6-3, 6-7 (2-7) e 6-7 (6-8), após três horas e cinco minutos.

No fim do encontro, Nadal admitiu não ter gostado de algumas atitudes de Kyrgios, que vai defrontar o suíço Stanislas Wawrinka nos quartos de final, como a realização de vários pedidos de assistência médica e a tentativa pouco utilizada pelos jogadores de servir por baixo.

“É um jogador que tem um talento descomunal e que hoje ganhou. Tem talento para vencer um Grand Slam, para lutar pelos primeiros lugares do ranking, mas por alguma razão está onde está. Não é mau miúdo, mas falta-lhe respeito pelo público e pelos rivais, tem de melhorar”, observou o espanhol.