O Sporting garantiu, na tarde desta quinta-feira, o apuramento para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões de andebol, tornando-se, assim, a primeira equipa nacional a atingir esta ronda neste formato da competição. A equipa leonina derrotou o Dínamo de Bucareste, na segunda mão em Bucareste, por 27-26, depois de ter vencido, na semana passada, por 32-31, em Lisboa.

https://twitter.com/MiguelAlb75/status/1101209303904600065

A equipa leonina chegou ao intervalo a perder por 15-11, mas conseguiu a reviravolta nos segundos 30 minutos da partida. A equipa de andebol do Sporting recuperou da desvantagem de quatro golos, tendo entrado nos últimos dez minutos a perder apenas por 22-23.

A desvantagem viraria vantagem nos minutos que se seguiram. O Sporting chegou mesmo a uma diferença de dois golos (27-25), com golos do cubano Frankis Carol, com um remate por baixo das pernas do defensor do Dínamo, a cinco minutos do final da partida e do espanhol Carlos Ruesga, um dos mais influentes da equipa leonina. Carol e Ruesga foram também os melhores marcadores da equipa com sete e cinco golos marcados, respetivamente.

A vantagem leonina ainda seria reduzida para a margem mínima antes do apito final, mas a vitória já não fugiu à equipa portuguesa.

No final da partida, Tiago Rocha agradeceu o apoio dos adeptos e mostrou-se satisfeito por “ter feito história no país e no clube”, elogiando o ambiente no pavilhão onde se disputou a partida — e que esgotou apenas em uma hora. Para o pivô leonino, “a crença” foi o segredo para o sucesso.

O técnico do Sporting, Hugo Canela, destacou o fair-play da equipa de Bucareste, mostrando-se “muito orgulhoso dos jogadores”, sobretudo pela capacidade para “fazer face aos problemas físicos que foram surgido à equipa”. O treinador recordou, ainda, as competições europeias em que outras modalidades do clube também estão ainda envolvidas. “Tudo é possível quando acreditamos nos nossos sonhos e quando trabalhamos para os realizar”, conclui o técnico do Sporting.

Nos oitavos-de-final, o Sporting vai defrontar o Vardar, da Macedónia — vencedor em 2017 — ou o Veszprém, da Hungria — finalista em 2016.

Os leões já tinham feito história na modalidade, ao superar a fase de grupos, tendo sido a primeira equipa portuguesa a fazê-lo neste formato da competição. Antes deste formato, o ABC de Braga atingiu a final desta competição em 1993/94 e o Sporting atingiu o 3º lugar em 1970/71, ainda na Taça Europeia de Andebol.

Naquela altura, o caminho para a final era mais curto e feito de forma inversa: eliminatórias em primeiro lugar e um grupo de acesso à final.

A equipa leonina é a atual bi-campeã nacional da modalidade, tendo conquistado já 21 campeonatos nacionais, o que a torna a equipa com mais títulos nacionais. A par dos 21 campeonatos e das 15 Taças de Portugal, o Sporting conquistou já duas Taças Challenge, a terceira competição europeia de andebol.