Portugal venceu esta sexta-feira a Suécia por 2-1, depois de estar a perder, num jogo da segunda jornada da Algarve Cup de futebol feminino decidido com um golo de Cláudia Neto no terceiro minuto de descontos.

Na partida do Grupo D, no Estádio Municipal de Albufeira, a Suécia, reduzida a 10 unidades desde os 41 minutos, abriu o marcador, por Nathalie Björn, de livre, aos 68 minutos, mas Portugal virou o resultado, com os tentos de Diana Silva (71) e da jogadora algarvia Cláudia Neto, que representa o Wolfsburgo (90+3).

Portugal, 32.ª do ‘ranking’ mundial, está agora na liderança do agrupamento, com três pontos, os mesmos da Suécia, nona na hierarquia da FIFA, enquanto a Suíça não tem qualquer ponto.

Na terceira e última jornada, Portugal, que pode atingir a final do torneio – apuram-se os dois melhores primeiros classificados entre os quatro vencedores de grupos -, defronta as helvéticas, em Vila Real de Santo António, na segunda-feira.

A Suécia, uma das duas detentoras do título na Algarve Cup – repartido com a Holanda face ao cancelamento da final de 2018 por más condições climatéricas -, começou melhor, mas Portugal, terceiro na edição do ano passado, libertou-se e conseguiu ameaçar algumas vezes, nomeadamente por Diana Silva e Jéssica Silva, as jogadoras mais dinâmicas do seu ataque.

Aos 17 minutos, Jéssica Silva isolou-se e podia ter rematado à baliza, mas quis oferecer o golo a Ana Capeta, que se deixou antecipar por uma defesa sueca antes de concluir.

A equipa nórdica ficou reduzida a 10 unidades aos 41 minutos, por expulsão de Julia Zigiotti Olme, que viu dois amarelos em nove minutos, enquanto Portugal foi obrigado a fazer duas substituições por lesão, com as saídas de Matilde Fidalgo e Ana Capeta.

No terceiro minuto do tempo de compensação da primeira metade, Carole Costa desperdiçou a melhor ocasião, atirando para defesa da guarda-redes sueca, Cajsa Andersson, que desviou a bola para a barra.

Na segunda metade, Portugal tentou ‘apertar’ a Suécia, mas só conseguiu criar perigo aos 53 minutos, com novo lance de Jéssica Silva, que, isolada por Cláudia Neto, permitiu a defesa da guardiã sueca para canto.

Aos 68 minutos, Nathalie Björn marcou um livre em direção à área e a guarda-redes portuguesa, Inês Pereira, saiu em falso, deixando a bola entrar na baliza, mas Portugal empatou aos 71, num cabeceamento de Diana Silva após cruzamento de Dolores Silva.

Na fase final da partida, Inês Pereira redimiu-se do erro no golo com uma boa defesa, a remate de Sofia Jakobsson (85 minutos), e Cláudia Neto acabou por dar a vitória às lusas, recebendo um cruzamento da direita e finalizando após bom trabalho individual (90+3).

Esta foi a segunda vitória de Portugal em 12 encontros disputados entre as duas equipas, com a Suécia a somar 10 triunfos.

Jogo no Estádio Municipal de Albufeira.

Portugal – Suécia, 2-1.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadoras:

0-1, Nathalie Björn, 68 minutos.

1-1, Diana Silva, 71 minutos.

2-1, Cláudia Neto, 90+3.

Equipas:

  • Portugal: Inês Pereira, Matilde Fidalgo (Ana Leite, 20), Sílvia Rebelo, Carole Costa, Mónica Mendes, Tatiana Pinto, Vanessa Marques, Dolores Silva, Diana Silva (Andreia Norton, 87), Jéssica Silva e Ana Capeta (Cláudia Neto, 44).

(Suplentes: Patrícia Morais, Rute Costa, Diana Gomes, Andreia Norton, Cláudia Neto, Joana Martins, Bruna Costa, Ana Leite, Cláudia Lima, Rafaela Lopes e Ágata Pimenta).

Selecionador: Francisco Neto.

  • Suécia: Cajsa Andersson, Amanda Ilestedt (Linda Sembrant, 62), Nilla Fischer, Sandra Adolfsson (Caroline Seger, 46), Jonna Andersson (Magdalena Eriksson, 81), Hanna Glas (Hanna Folkesson, 62), Nathalie Björn, Sofia Jakobsson, Julia Zigiotti Olme, Lina Hurtig (Olivia Schough, 62) e Stina Blackstenius (Mimmi Larsson, 62).

(Suplentes: Hedvig Lindfahl, Zecira Musovic, Linda Sembrant, Magdalena Eriksson, Hanna Folkesson, Mia Carlsson, Caroline Seger, Madelen Janogy, Mimmi Larsson, Olivia Schough e Elin Rubensson).

Selecionador: Peter Gerhardsson.

Árbitro: Maria-Belén Carvajal (Chile).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Jonna Andersson (03), Julia Zigiotti Olme (32 e 41), Carole Costa (78), Olivia Schough (78) e Inês Pereira (89). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Julia Zigiotti Olme (41).

Assistência: Cerca de 2.500 espetadores.