A Benfica SAD registou um lucro de 14 milhões de euros no primeiro semestre de 2018/19, uma redução de 26,6% face ao período homólogo, explicada pela descida do resultado com transações de atletas, anunciaram esta sexta-feira as ‘águias’.

“O resultado líquido consolidado do 1.º semestre de 2018/2019 ultrapassa os 14 milhões de euros, correspondendo ao quinto ano consecutivo em que a Benfica SAD apresenta lucro nos primeiros seis meses de atividade”, lê-se no relatório e contas enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

O lucro apurado entre 1 de julho de 2018 e 31 de dezembro de 2018 é quase 30% inferior aos 19,1 milhões de euros obtidos em igual período do ano anterior, um decréscimo que, segundo a Benfica SAD, “é explicado pela redução do resultado com transações de direitos de atletas”.

A SAD ‘encarnada’ realçou que esta é uma “consequência da nova política estratégica da Benfica SAD nessa área”, apontando para o objetivo de reter talento nas suas equipas, mantendo no plantel durante o maior período de tempo possível os principais atletas e os jovens jogadores formados no Caixa Futebol Campus com maior potencial.

Em sentido contrário, é destacado o aumento dos rendimentos provenientes dos prémios distribuídos pela UEFA na Liga dos Campeões, que, sublinha a SAD do clube da Luz, “contribuiu para um resultado líquido positivo, próximo do verificado no 1.º semestre de 2017/2018.