Pelo menos 23 pessoas morreram e 45 ficaram feridas na Somália, na sequência do rebentamento de um carro-bomba em Mogadíscio, durante a madrugada desta sexta-feira, informaram as autoridades somalis. O comandante da polícia Abshir Isak afirmou que o ataque foi dirigido ao hotel Maka Almukrama, localizado no centro da cidade.

O número de mortos poderá aumentar e ainda prosseguem as operações de resgate das vítimas.

A explosão ainda não foi reivindicada; no entanto, têm sido frequentes os ataques de extremistas islâmicos da Somália — al-Shabab –, que estão ligados à Al Qaeda.

Apesar de ter sido expulsa da capital e da maioria dos centros urbanos do sul e do centro da Somália, a al-Shabab continua a realizar ataques suicidas ali e nos países vizinhos.