A noite começou morna e acabou com aquele nervoso miudinho em crescendo, dentro da barriga. Se a expectativa em relação à vitória de Conan Osíris foi o puxando pela criatividade dos internautas durante toda a emissão, transmitida em direto a partir da Portimão Arena, com a confirmação veio a derradeira avalanche de festejos no Twitter. Houve mesmo quem tenha tentado mobilizar todos os credos e apelar a uma vigília de orações, tudo para ver “Telemóveis” conquistar o primeiro lugar:

Vestido pelo designer português Luís Carvalho, desta vez de branco, o vencedor da noite também já é musa da moda. Há uma t-shirt a atestar a teoria:

Há apresentadores para todos os gostos, que é como quem diz Vasco Palmeirim, Filomena Cautela e Inês Lopes Gonçalves. Cada um, dentro do seu género, fez furor:

As opiniões dividiram-se. Houve quem apoiasse a dupla Calema:

Houve quem pendesse mais para o lado de Surma:

NBC também conquistou os seus fãs. Ou então, não fez assim tanto sucesso:

Ainda sobre “Telemóveis”, a canção vencedora:

Na audiência, a ala política ficou marcada por alguns pronunciamentos, aqui e ali — Gabriela Canavilhas, ex-ministra da cultura, e Adolfo Mesquita Nunes, deputado do CDS, demonstraram opiniões opostas:

E porque a espera é uma coisa universal…

Pelo meio, Isaura e Cláudia Pascoal voltaram para regar aquele jardim que já estava meio ressequido. Houve gente a gostar: