A empresa sueca de trotinetes urbanas Voi Technology, presente em Lisboa e em Faro, acabou de fechar uma nova ronda de financiamento no valor de 30 milhões de dólares (cerca de 26 milhões de euros). O objetivo será o de aproveitar para reforçar a expansão da marca na Europa e para investir no desenvolvimento de novos produtos.

A informação foi divulgada em comunicado enviado às redações pela Voi, onde a startup esclarece que os 30 milhões foram angariados junto dos investidores iniciais, a que se juntam dois novos financiadores: a Project A e Creandum. A Voi estará presente na cidade de Oslo (Noruega) a partir desta segunda-feira e chegará a Helsínquia (Finlândia) ainda este mês. A marca espera ainda, com esta ronda de investimento, conseguir entrar em cidades em Itália, Alemanha, Noruega e França.

A mobilidade urbana sustentável é um desafio global e acreditamos que a Voi oferece uma solução de valor”, explicou Thies Sandres da Project A, para justificar o investimento neste projeto. “A equipa da Voi demonstrou já um ótimo percurso por toda a Europa e queremos apoiá-la no seu estabelecimento no mercado alemão.”

A empresa sueca, que conta já com mais de 400 mil utilizadores registados, está atualmente em várias cidades escandinavas e estendeu-se a França (Paris e Lyon), Espanha (Madrid, Málaga, Saragoça e Murcia) e Portugal.

A Voi destaca que a colaboração estreita com as autoridades locais é parte do seu ADN empresarial, e que pretende continuar a ajudar “as pessoas a combinar as suas viagens de trotinetes elétricas com a rede de transporte público existente”. “Este último investimento significa que poderemos levar esta abordagem a um novo conjunto de cidades, enquanto investimos no nosso produto, na nossa tecnologia e na nossa equipa”, resume a empresa.

O facto de já haver concorrência no campo das trotinetes elétricas em várias destas cidades levou a Voi a criar um Código de Conduta, como “forma informal” de regular o comportamento da empresa: incluirá regras para manutenção e controlo de qualidade, medidas de segurança e regras partilhadas relativamente a dados pessoais. “Acreditamos que o líder de mercado será aquele que melhor trabalhar em conjunto com as autoridades locais e a Voi continua a liderar nesse campo”, justifica Johan Brenner, General Partner da Creandum, uma das empresas que participou nesta nova ronda de investimento à Voi.