BES. Governo fala em alhos, Marcelo em bugalhos

Centeno defendeu auditoria aos créditos ruinosos do Novo Banco, dados no tempo do BES. Mas Marcelo lançou a confusão: "concorda" com auditoria mas ao período "após a resolução", ou seja, pós-Salgado.

Por Edgar Caetano