Celebridades

A patroa, a empregada e a disputa por um desenho de Picasso de 1963

Acusada de se apropriar indevidamente e de vender um desenho que Picasso fez para a sua empregada há mais de 50 anos, a atriz Lucia Bosè senta-se hoje no banco dos réus em Madrid.

O toureiro e ator Luis Miguel Dominguin e a sua mulher Lucia Bosè recebidos por Pablo Picasso e pela sua mulher, Jaqueline, em dezembro de 1963, no aeroporto de Nice. © LEBOJ/AFP/Getty Images

AFP/Getty Images

Podia ser o enredo de um filme, mas até ver são só umas boas pinceladas de vida real. Aos 88 anos, Lucía Bosè, italiana radicada em Espanha, mãe do cantor Miguel Bosè, senta-se hoje no banco dos réus em Madrid, e tudo por causa de um desenho de Picasso.

Em cima da mesa, poderão estar uma pena de até dois anos de prisão e uma multa de 4800 euros por apropriação e venda indevidas — resta conhecer o veredito. A acusação partiu de duas sobrinhas de Remedios de la Torre Morales, a mulher que durante anos serviu em casa da família Bosé-Dominguín e que cuidou dos três filhos do clã, Miguel, Paola e Lucía.

Foi precisamente nesse registo que acompanhou a família numa das suas visitas a Cannes, e à mansão de Pablo Picasso na Côte d’Azur, amigo íntimo da matriarca Lucía (agora sob escrutínio), que se deixou cativar pela criada Reme, como era carinhosamente tratada, e que acabaria por retratá-la com uma figura roliça colorida, com olhos negros e dois bacalhaus nas mãos.

O obra, que nasceu de forma espontânea, foi batizada de “La Chumbera”, e incluía uma dedicatória do pintor (“para Reme”) para além da data: “16-2-63” y “para Reme”. Já em 2017, o El Español reconstituía toda a polémica envolvendo esta criação do artista malaguenho, e onde é visível uma imagem do desenho no centro da disputa e ainda uma foto onde surge a empregada.

Remedios morreu em abril de 1999, depois de 50 anos ao serviço da casa onde vivia como interna. Em 25 de junho de 2008, a ré terá vendido a peça em hasta pública, conseguindo 198.607 euros, um valor que nunca chegou a entregar às herdeiras de Remedios, María Pilar e Manoli.

Lucia Bosè em 2013, quando o seu filho Miguel voltou a triunfar nos prémios latinos. A matrirca da família continua a exibir o seu cabelo azul © VALERIE MACON/AFP/Getty Images)

É esperado que Miguel Bosè, que vive atualmente no México, preste o seu depoimento à distância, manifestando-se contra a sua mãe. Quanto a Lucía, foi precisamente com o filho que se desculpou. Segundo a matriarca, Reme, ou “tata” como as crianças a tratavam, cedeu ainda em vida o referido desenho a Miguel, e este tê-lo-ia oferecido à sua mãe devido a dificuldades financeiras sentidas por Lucía.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)