Uma pessoa com nome de “cozinheiro”. Uma empresa com nome de “maçã”. Ainda por cima a maçã é mais famosa do que o seu próprio cozinheiro. Era a receita ideal para acontecer uma gaffe, que foi inevitável: Donald Trump protagonizou um momento caricato na manhã desta quinta-feira, ao chamar “Tim Apple” a “Tim Cook”, CEO da Apple, um dos executivos mais respeitados e conhecidos da área tecnológica.

Tudo aconteceu numa reunião do Conselho Consultor da Política de Trabalho Americana, para a qual Tim — Cook! — foi convidado. A certa altura, e num momento em que Donald Trump até estava a elogiar os méritos do CEO da Apple, o Presidente americano descaiu-se e chamou-lhe “Tim Apple”, misturando o nome do empresário com o nome da empresa.

“Costumava dizer, ao Tim [aqui só Tim] ‘Tim, tem de começar a fazer coisas aqui [nos EUA]’ e realmente acabou por fazer um grande investimento no nosso país. Estamos muito agradecidos, Tim Apple”, concluiu da pior forma Trump, depois de um discurso inspirador. Como pode ver e ouvir, de resto, no tweet abaixo.