Liberdades

Libertado jornalista norte-americano detido em Caracas

O jornalista Cody Weddle encontra-se no Aeroporto Internacional Simón Bolívar, onde aguarda um voo de regresso para os EUA. Número de casos de jornalistas presos por Maduro sobe para 36.

Vários jornalistas venezuelanos relacionam as detenções com a cobertura dos eventos na fronteira da Colômbia com a Venezuela, quando a oposição tentou fazer entrar ajuda humanitária no país

Getty Images

As autoridades venezuelanas libertaram o jornalista norte-americano Cody Weddle, detido na quarta-feira em Caracas, noticiou o canal televisivo Local 10, para o qual trabalha.

Weedle encontra-se no Aeroporto Internacional Simón Bolívar, a norte de Caracas, onde aguarda um voo de regresso para os Estados Unidos, de acordo com órgãos de comunicação locais.

As autoridades já haviam libertado o assistente do jornalista norte-americano Carlos Camacho.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores da Imprensa (SNTP), da Venezuela, Cody Weddle foi detido no seu apartamento, em Caracas, por quadros da Direção de Contrainteligência Militar (DGCIM, serviços secretos militares).

O autoproclamado Presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, exigiu de imediato a libertação do jornalista norte-americano, cuja detenção apelidou de “sequestro”. Também o Secretário-Geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, solicitou a “libertação imediata” de Weddle.

Numa mensagem publicada no Twitter, o SNTP recorda que a detenção de ambos eleva para “36 os casos de jornalistas e trabalhadores da imprensa presos por Nicolás Maduro, ao longo de 2019”.

Vários jornalistas venezuelanos relacionam as detenções com a cobertura dos eventos na fronteira da Colômbia com a Venezuela, a 23 de fevereiro último, quando a oposição tentou fazer entrar ajuda humanitária internacional no país.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Liberalismo

Para o menino Adam Smith, uma salva de palmas!

Sérgio Barreto Costa
127

Adam Smith festejaria a 5 de Junho, se fosse imortal como as suas ideias, os seus 296 anos e por certo o faria na sua linguagem moderada, humana e carregada de empatia em relação aos menos afortunados

Liberdades

Também tu, Universidade de Harvard?

Luís Ribeiro
190

Viver na espuma dos acontecimentos, sem aprofundar as consequências, leva a isto: cai um preconceito, mas é logo substituído por outro. O preconceito racial é substituído pelo preconceito do #MeToo.

Liberdades

Graus de liberdade /premium

Teresa Espassandim

Ninguém poderá afirmar que é inteiramente livre, que pouco ou nada o condiciona, como se a liberdade significasse tão só e apenas a ausência de submissão e de servidão.

Finanças Públicas

Como evitar um 4º resgate? /premium

Paulo Trigo Pereira

Portugal necessita de mais doze anos (três legislaturas completas) de crescimento económico e de finanças públicas quase equilibradas para sair da zona de risco financeiro em que ainda se encontra.

Brexit

Boris Johnson /premium

João Marques de Almeida

Em Londres, só um louco ou um suicida é que defenderiam o acordo assinado com a União Europeia. Resta saber se os líderes europeus terão a lucidez de reconhecer o evidente: o acordo que existe morreu.

Ambiente

A onda verde na UE e os nacionalismos

Inês Pina

Se hoje reduzíssemos as emissões de CO2 a zero já não impedíamos a subida de dois graus centígrados. E estes “míseros” dois graus vão conduzir ao fim das calotas polares e à subida do nível do mar.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)