Rádio Observador

Sporting de Braga

Abel Ferreira diz que o Braga deve manter “equilíbrio emocional” ante o Guimarães

O técnico do Sporting de Braga afirmou que não há nenhuma pressão extra para o jogo Vitória de Guimarães e defendeu que o "equilíbrio emocional tem que ser o mesmo".

O Sporting de Braga vai defrontar Vitória de Guimarães este sábado às 18h00, em jogo a contar para a 25ª jornada

HUGO DELGADO/LUSA

O treinador do Sporting de Braga disse esta esta sexta-feira “perceber a envolvência” do ‘clássico’ minhoto com o Vitória de Guimarães, da 25.ª jornada da I Liga de futebol, mas frisou que o “equilíbrio emocional tem que ser o mesmo”.

Os bracarenses recebem os vimaranenses no sábado, mas Abel Ferreira recusou que o jogo signifique mais pressão para a equipa: “A pressão é a que colocamos em todos os jogos esta época, [porque] jogamos para vencer contra quem for e onde for. A nossa confiança é a certeza do que temos que fazer”, disse na antevisão da partida.

Abel Ferreira disse entender que o jogo com os rivais de Guimarães é “especial para os adeptos”, mas para o Sporting de Braga “é mais um jogo, mais três pontos”. “Percebemos a envolvência, mas o equilíbrio emocional tem que ser o mesmo“, disse.

O treinador desvalorizou ainda o facto de os ‘arsenalistas’ terem mais 13 pontos do que o Vitória e apenas uma derrota em casa.

Não vivemos com estatísticas, vivemos de olhos abertos e com a realidade, com o nosso plano de jogo. Queremos impor o nosso jogo, ser intensos, agressivos, ser uma equipa de rendimento coletivo”, disse.

O responsável deixou ainda elogios à equipa vitoriana, pois “investiu e reforçou-se muito, basta ver de onde vieram alguns jogadores, contratou um treinador competente, tem identidade, é uma boa equipa”: “Esperamos um grande duelo”, disse.

O Sporting de Braga interrompeu em Vila do Conde, na ronda anterior, uma série de três derrotas seguidas, com uma vitória por 2-1 arrancada a ‘ferros’ e elogiada pelo presidente, António Salvador.

“Ninguém aqui, no Braga, quer ganhar mais do que eu, mais do que nós. As funções estão muito bem definidas, o que cada um tem que fazer, treinador, jogadores, adeptos e estrutura e, quando cada um se concentra em dar o melhor de si, coletivamente somos mais fortes. A vitória em Vila do Conde valeu tanto como a primeira que tivemos”, disse.

Questionado sobre se olha mais para o primeiro classificado, o Benfica, a sete pontos, ou para o quarto, o Sporting, a três pontos de distância dos bracarenses, Abel Ferreira disse apenas “olhar para o jogo de amanhã [sábado]”.

“O Braga tem que viver com os olhos bem abertos, sonhar acordado, estar constantemente alerta e em permanente superação. Se for assim, estaremos muito mais próximos de ganhar. Os objetivos são muito claros desde o início e só se fecham em maio. O Braga vai ter o que fizer por merecer, não joga sozinho, mas estamos aí para a luta”, sentenciou.

O Sporting de Braga, terceiro classificado da I Liga, com 52 pontos, e Vitória de Guimarães, sexto, com 39, defrontam-se no sábado, às 18h00, no Estádio Municipal de Braga.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)