Rádio Observador

Futebol

Claudio Ranieri é o novo treinador da Roma. Francesco Totti ligou ao treinador que já aterrou em Itália

Depois de Di Francesco ser afastado após a derrota com o FC Porto, Claudio Ranieri foi o escolhido para liderar a equipa romana. Italiano regressa a Roma passados oito anos.

Claudio Ranieri está de volta ao futebol italiano e à Roma. Fonte: Twitter

Twitter

A derrota e consequente eliminação da Liga dos Campeões frente ao FC Porto ditou o fim da linha para o treinador da Roma, Di Francesco. Para além do técnico, também Monchi, diretor desportivo, foi dispensado. O dirigente esteve 15 anos no Sevilha e foi responsável pela descoberta de jogadores como Sérgio Ramos e um dos protagonistas das duas Liga Europa conquistadas pelos sevilhanos. Foi apresentado em Roma para preparar a era pós-Totti, mas depois de menos de dois anos, o projeto ruiu. Afinal Francesco Totti continua bem presente no clube e na gestão do mesmo. O antigo capitão terá sido agora fundamental no processo de escolha do novo treinador. A Roma prepara-se para apresentar uma “velha raposa”: Claudio Ranieri já foi apresentado e fica encarregue dos destinos do clube até ao final desta época.

De acordo com o jornal italiano La Gazzetta dello Sport, Totti terá passado largas horas à conversa com Claudio Ranieri na noite desta quinta-feira. Para o antigo número 10, o treinador de 67 anos “é a melhor solução” para os destinos dos romanos, mais uma vez. E com Totti estará também Danielle de Rossi, atual capitão do clube. As duas lendas estão em sintomia e querem reencontrar-se com Ranieri.

Esta será a segunda passagem de Ranieri pela Roma onde esteve por duas épocas, de 2009 a 2011. Na primeira, o clube ficou em segundo lugar do campeonato e quase conquistou a Taça de Itália – perdeu com o Inter na final, por 1-0. A época seguinte – 2010/2011 – não correu tão bem: os romanos apenas conseguiram um sexto lugar no campeonato e chegaram aos “oitavos” na Liga dos Campeões. Depois o treinador acabou por ser dispensado.

Claudio Ranieri e Francesco Totti coabitaram em Roma durante duas temporadas. Foto: Getty Images

Claudio Ranieri, que chegou a ser trunfo de campanha de Pedro Madeira Rodrigues para o Sporting, tem um largo currículo e orientou clubes como o Nápoles, a Fiorentina, o Valência, o Chelsea e a Juventus. O ponto alto da sua carreira aconteceu na época 2015/2016, aquando da inédita conquista do campeonato inglês pelo Leicester City, feito que o técnico muito dificilmente superará. Os romanos não são campeões desde 2001 e o objetivo por agora será assegurar a participação na Champions League do próximo ano. Os romanos estão em quinto lugar, a três pontos do quarto, última vaga de acesso à prova milionária.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Política

A sobrevivência do socialismo /premium

André Abrantes Amaral

O socialismo é a protecção de um sector contra os que ficam de fora. O desejo de ordem e a desresponsabilização é natural entre os que querem segurança a todo o custo.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)