A Coreia do Norte estará a preparar-se para lançar um míssil ou um satélite, de acordo com imagens de satélite divulgadas esta sexta-feira pela NPR, rádio pública norte-americana. As imagens mostram movimentações nas instalações nucleares de Sanumdong, a sul da capital norte-coreana, Pyongyang, semelhantes às registadas antes de outros lançamentos no passado.

A notícia surge dias depois da confirmação de que o local do lançamento dos mísseis — que o regime de Kim Jong Un se tinha comprometido a desmantelar — estava novamente operacional. Poucos dias antes, o líder norte-coreano e o presidente norte-americano, Donald Trump, não alcançaram um acordo na cimeira de Hanói sobre o desarmamento definitivo da península coreana.

No ano passado, após a cimeira entre Trump e Kim em Singapura, a Coreia do Norte comprometeu-se a desmantelar aquele local de testes nucleares. Os trabalhos de desmantelamento ainda começaram, mas foram interrompidos e o local voltou a estar operacional.

Esta semana, após os relatos de que o lançamento de um míssil poderia estar para breve, o presidente norte-americano disse que ficaria “muito desiludido” caso Kim autorizasse o recomeço dos testes nucleares.

De acordo com análises feitas por especialistas às imagens de satélite divulgadas agora, será mais provável que a Coreia do Norte se prepare para lançar um satélite e não um míssil. O argumento dos especialistas está relacionado com os veículos que têm sido vistos nas proximidades das instalações.

De acordo com a BBC, estas movimentações poderão ser uma forma de a Coreia do Norte testar os Estados Unidos, após o falhanço nas negociações em Hanói.