Uma bactéria multirresistente foi detetada na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI) do Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE), obrigando ao seu encerramento temporário, revelaram este domingo à agência Lusa fontes hospitalares.

“É uma bactéria transmissível” e, por esse motivo, será necessário encerrar a UCI de Évora “para limpeza e desinfeção”, adiantou à Lusa o secretário regional do Alentejo do Sindicato Independente dos Médicos (SIM), Armindo Ribeiro.

Contactada pela Lusa, fonte do conselho de administração do HESE confirmou a existência da bactéria na UCI, adiantando que a unidade vai ser encerrada, na quarta-feira, durante 24 horas, para ser feita “a esterilização, de acordo com os protocolos”.