Depois de ser conhecida a data definitiva para a apresentação do Model Y, o crossover eléctrico com base no Model 3, era expectável que a Tesla começasse a libertar teasers a promover a revelação oficial do modelo. E, de facto, foi isso que a marca fez. Porém, não como é habitual…

O que normalmente acontece é que as marcas tentam manter o novo produto na penumbra, apenas deixando ver algumas linhas por entre a escuridão. E o que normalmente os jornalistas fazem é socorrerem-se de programas de edição de imagem, numa tentativa de clarear as sombras e ver mais do que lhes é dado a ver no ficheiro original. Pois bem, cumprido mais uma vez este procedimento com o teaser do Model Y, eis que a matrícula era portadora de uma mensagem (Nice Try) que deverá ter feito Elon Musk gozar de antecipação, ao imaginar a cara deste lado, depois de ver isto:

A tentativa de melhorar a foto foi boa, mas falhou! Assim sendo, resta-nos recapitular aquilo que já se sabe acerca do mais barato dos SUV do construtor californiano. Ao contrário do X, o Y não vai contar com portas de abertura tipo “asas de falcão” e vai ser 10% mais caro que o Model 3, com o qual partilha 75% dos componentes. Mais largo que a berlina que lhe serve de base, é também mais pesado e menos aerodinâmico. Em reflexo disso, a autonomia deverá ficar abaixo dos 390 km homologados pelo Model 3 com bateria de 50 kWh em WLTP.

Como a apresentação será feita a partir das 20h00 em Hawthorne, na Califórnia, só de madrugada se fará luz sobre o novo eléctrico que a Tesla espera vender como “pãezinhos quentes” – a partir de 2020, a marca estima comercializar anualmente mais de 1 milhão de unidades do Model Y.