O maestro não teve voz mas pôs a orquestra a tocar

Pizzi não marcou mas foi o melhor de um Benfica que foi apagado na primeira parte, melhor na segunda e eficaz no prolongamento. Lage falhou nas apostas e acertou nos pedidos. Crónica do Benfica-Dínamo

Por Mariana Fernandes