Ciclone Idai: 90% da Beira destruída

"Continua muita gente em cima das casas, que cederam e os residentes estão em cima de capim, com bens", declarou o presidente de Moçambique. Neste país e no Zimbabué e Malaui morreram já 200 pessoas.

Por Cátia Bruno