Rádio Observador

Trabalho

Portugal com 3.º maior aumento do custo do trabalho no 4.º trimestre de 2018

Nos últimos três meses de 2018, as maiores subidas homólogas do custo horário da mão-de-obra registaram-se na Roménia (13,1%), na Letónia (11,8%)e em Portugal (10,3%). A maior quebra foi em Malta.

Em Portugal, os custos com salários avançaram 10,8%, a maior subida entre os Estados-membros, e 8,5% com a parte não salarial

Harold Escalona/EPA

O custo horário da mão-de-obra aumentou, no quarto trimestre de 2018, 2,3% na zona euro e 2,8% na União Europeia (UE) na comparação homóloga, com Portugal a registar a terceira maior subida (10,3%), segundo o Eurostat.

Na zona euro e na UE, o aumento do custo horário da mão-de-obra desacelerou face ao período entre julho e setembro de 2018, quando subiu 2,5% e 2,6%, respetivamente, em termos homólogos.

Nos últimos três meses de 2018, as maiores subidas homólogas do indicador registaram-se na Roménia (13,1%), na Letónia (11,8%), em Portugal (10,3%) e na Lituânia (10,2%), tendo sido assinalada apenas uma quebra, de 0,5%, em Malta.

Na zona euro, a parte relativa a salários subiu 2,3% e os custos não salariais aumentaram 2,4% no quarto trimestre de 2018, face ao mesmo período de 2017 (2,3% e 2,9% no trimestre anterior).

Na UE, os custos salariais cresceram, entre outubro e dezembro, 3,0% e os não salariais evoluíram 2,2% (2,7% e 2,4% entre julho e setembro de 2018).

Em Portugal, os custos com salários avançaram 10,8%, a maior subida entre os Estados-membros, e 8,5% com a parte não salarial.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)