Chega as bancas a 28 de março, mas a edição online antecipa já algumas das imagens da produção com a veterana Joan Collins, que aos 85 anos exibe uma invejável forma física e distribui lições à juventude. “Old school is the best school, darling”, é o lema que se destaca na chamada de capa do próximo número da revista de social britânica Tatler.

A atriz, ou “realeza de Hollywood”, como é descrita, deixou-se fotografar por Luc Braquet, enquanto o styling ficou a cargo de Sophie Pera, a editora de moda da Tatler. O resultado final das imagens confirma o statement da primeira página, se dúvidas persistissem: “Divas are forever”, que é o mesmo que dizer que lendas vivas como ela não têm prazo de validade e, seguramente, perdurarão na memória coletiva. Ao longo da entrevista que Collins concede a Emma Elwick-Bates, há espaço para abordar os segredos da sua boa forma (e revelar que sofreu um acidente a fazer Pilates), a relação com aquele que é o seu quinto marido, Percy, três décadas mais novo, e a sua admiração pela primeira-ministra Theresa May, sobretudo depois de a ver numa conferência do Partido Conservador, em 2018. “Estava ótima vestida de Roland Mouret e foi brilhante”.

Joan recorda ainda a inspiração para o seu papel (1981–1989) de Alexis Carrington Colby, na série “Dynasty”, fazendo uma alusão ao presidente Donald Trump, como era a afilhada Cara Delevigne em criança, revelando que a super modelo adorava dançar ao som das Spice Girls, e ainda como Liam Payne, dos One Direction, a quis conhecer quando a encontrou num aeroporto.