O parlamento do Cazaquistão aprovou esta quarta-feira a proposta do Presidente interino de renomear a capital do país, Astana, com o nome do seu predecessor, o presidente Nursultan Nazarbaiev, que renunciou ao cargo na terça-feira.

Astana agora é oficialmente renomeada como Nursultan”, informou a agência de notícias estatal Kazinform.

O presidente interino do Cazaquistão, Kassym-Jomart Tokaiev, propôs dar o novo nome à capital “em honra” do antigo chefe de Estado Nursultan Nazarbaiev, que renunciou na terça-feira ao cargo.

Líder do Cazaquistão propõe novo nome para capital em honra de Nazarbaiev

Na terça-feira, Nursultan Nazarbaiev, de 78 anos, anunciou a demissão, após cerca de 30 anos na liderança deste país da Ásia central rico em hidrocarbonetos, confrontado com uma crescente contestação social.

O antigo líder vai manter poderes alargados após a renúncia à presidência, devido a uma lei votada em 2018 e ao estatuto de “Pai da Nação”, que lhe garante imunidade judicial e uma posição influente.

Nursultan Nazarbaiev assumiu o poder no Cazaquistão em 1989, quando o país ainda mantinha o estatuto de República soviética e na qualidade de primeiro-secretário do Partido Comunista, e conservou o poder após a independência, em 1991, na sequência da desagregação da União Soviética.

A filha do antigo presidente, Dariga Nazarbaieva, foi esta quinta-feira também eleita para liderar o Senado deste país da Ásia Central, informaram os media estatais.

A candidatura de Dariga Nazarbaieva foi apresentada por Kassym-Jomart Tokaiev, horas depois de ter sido empossado, e foi aprovada por unanimidade.

Kassym-Jomart Tokaiev, por sua vez, vai ocupar a Presidência interina do país até a próxima eleição prevista para abril de 2020.

Com quase três milhões de quilómetros quadrados, mas menos de 20 milhões de habitantes, o Cazaquistão é a maior economia da Ásia central.

No entanto, a economia também foi muito afetada pela queda dos preços do petróleo e os reflexos das sanções ocidentais aplicadas ao vizinho russo, que motivaram designadamente a queda da moeda cazaque.

O Cazaquistão integra a Comunidade de Estados Independentes (CEI), a organização intergovernamental regional de dez repúblicas pós-soviéticas da Eurásia.