Vendas

Tesla faz “sangue” na Europa com o novo Model 3

Fevereiro foi o primeiro mês de vendas para o novo Model 3 e bastou para que o mais barato dos Tesla batesse a concorrência entre os veículos eléctricos. Mas também nos modelos do segmento D, de luxo.

A Jato libertou os dados relativos ao mercado europeu no mês de Fevereiro e nem tudo foram boas notícias para uma região que registou o sexto mês de quebra de vendas consecutivo. Mas se esta notícia não alegrou o sector, houve outra que alegrou e muito a Tesla. No seu primeiro mês completo de vendas no Velho Continente, a marca americana conseguiu que o seu novo Model 3 fosse o eléctrico mais vendido, batendo os tradicionais líderes Renault Zoe e Nissan Leaf. Simultaneamente, o mais acessível dos Tesla dominou entre as marcas de luxo do segmento D. Isto significa que o Model 3, exclusivamente eléctrico, bateu os Audi A4, BMW Série 3 e Mercedes Classe C, mesmo contabilizando todas as motorizações a gasolina, a gasóleo e híbridos.

Fevereiro viu a procura por veículos a gasolina continuar a subir, atingindo 58% (55% em 2018), remetendo os diesel para 34% (depois de alcançar 39% em 2018), com os híbridos, híbridos plug-in (PHEV) e eléctricos a bateria (BEV) a subirem de 5,1% para 6,5%.

Entre os BEV, o Model 3 comercializou 3.630 unidades, apesar de disponibilizar exclusivamente as versões mais caras, propostas por valores a partir de 60 mil euros, ultrapassando o Zoe (2.884 unidades) e o Leaf (2.333 unidades). Já nos PHEV foi o Mitsubishi Outlander a falar mais alto (2.673 unidades), à frente do Volvo XC60 (1.233) e do BMW Série 5 (953). No que toca aos híbridos, o mais procurado foi o Toyota CH-R com 8.690 unidades, à frente do Yaris (8.122) e RAV4 (4.976).

De acordo com Felipe Munoz, analista global da Jato, a performance do Model 3 é ainda mais impressionante no segmento de luxo, pois “à semelhança do que já fez no mercado americano, a Tesla está a sacudir o segmento de luxo europeu, ultrapassando o Audi A4, o BMW Série 3 e o Mercedes Classe C, além dos Volvo e Jaguar, apesar de contar exclusivamente com vendas a privados, pois a Tesla está fora do negócio das frotas e do rent-a-car“, que sacrificam volume por margens mais reduzidas.

Os únicos segmentos que cresceram em Fevereiro foram os SUV, as carrinhas e os desportivos. A Volkswagen foi a marca que mais vendeu (com 130.241 veículos), à frente da Peugeot (79.507), Renault (78.714), Ford (72.682) e Opel (62.801). Entre os modelos, o mais popular foi o Golf, com 31.769 unidades transacionadas, seguido do Clio (26.062), Polo (22.610), C3 (19.788) e 208 (19.462).

Pesquisa de carros novos

Filtre por marca, modelo, preço, potência e muitas outras caraterísticas, para encontrar o seu carro novo perfeito.

Pesquisa de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: alavrador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)