O valor mediano das rendas da habitação em Portugal registou um aumento de 9,3% no segundo semestre de 2018, face ao período homólogo, fixando-se em 4,80 euros por metro quadrado (Euro/m2), revelou esta quarta-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

De acordo com as estatísticas de rendas da habitação ao nível local, a par do crescimento dos preços, “o número de novos contratos de arrendamento registou um decréscimo de 7,9%” no segundo semestre de 2018, relativamente ao mesmo período do ano anterior.

“No período em análise, 33 municípios, localizados maioritariamente na Área Metropolitana de Lisboa e no Algarve, apresentaram um valor mediano das rendas superior ao referencial nacional”, avançou o INE.

Entre os 308 municípios portugueses, Lisboa apresentou o valor da renda mais elevado do país (11,16 Euro/m2), seguindo-se Cascais (9,71 Euro/m2), Oeiras (9,38 Euro/m2), Porto (7,85 Euro/m2), Amadora (7,19 Euro/m2) e Almada (7,00 Euro/m2).