O Governo aprovou esta quinta-feira o regime das carreiras especiais de investigação criminal e de apoio à investigação criminal, dividindo as carreiras profissionais do pessoal da Polícia Judiciária (PJ) em três categorias: investigação criminal, especialista forense e de segurança.

No comunicado divulgado no final da reunião do Conselho de Ministros, é referido que a divisão em três carreiras tem em vista “uma reestruturação das carreiras que responda aos desafios que decorrem da modernização administrativa da PJ e dos novos instrumentos de gestão e de avaliação dos seus trabalhadores”.

O comunicado lembra que o estatuto profissional do pessoal da PJ será alvo de negociação sindical, tal como o regime das carreiras especiais de investigação criminal e de apoio à investigação criminal.