Rádio Observador

Manchester United

Manchester United contrata Ole Gunnar Solskjær em definitivo

Técnico norueguês substitui José Mourinho na liderança do Manchester United em Dezembro de 2018. Ole Gunnar Solskjær tinha contrato como treinador interino até ao final da época. Assinou por 3 anos.

Ole Gunnar Solskjær após uma vitória do Manchester United frente ao Cardiff

Stu Forster/Getty Images

Ole Gunnar Solskjær foi anunciado oficialmente como treinador do Manchester United para as próximas três épocas. O norueguês era treinador interino do clube desde dezembro de 2018, quando substituiu José Mourinho na sequência dos maus resultados do treinador português.

“Mais do que performances e resultados, o Ole traz experiência, como jogador e como treinador, um desejo de dar oportunidades aos jovens e uma profunda compreensão da cultura do clube”, afirmou o presidente do Manchester United, Ed Woodward, justificando a contratação. “Os fãs e todos no clube o apoiam [ao Ole Gunnar Solskjær] e esperam que ele nos leve até onde precisamos de ir e nos ajude a construir a próxima fase da nossa história”, acrescentou Woodward.

O treinador mostrou-se agradecido pela oportunidade: “Desde o meu primeiro dia, senti-me em casa. Foi uma honra jogar pelo Manchester United, e ainda mais começar a minha carreira como treinador no clube”. Ole Gunnar Solskjær jogou como avançado no clube inglês entre 1996 e 2007, marcando 126 golos em 366 jogos.

O primeiro trabalho como treinador foi precisamente nas reservas do Manchester United, orientando depois os galeses do Cardiff, entre 2013 e 2014, e os juniores dos noruegueses do Clausenengen, clube no qual iniciou a carreira futebolística. Solskjaer chegou aos ‘red devils’ proveniente dos noruegueses do Molde, que treinava desde 2015 e que já tinha orientado entre 2011 e 2013 — conquistando o bicampeonato em 2011 e 2012 e vencendo a Taça da Noruega em 2013.

Desde que assumiu a liderança do Manchester United ganhou 14 jogos e empatou dois, em 19 partidas. Em dezembro, Mourinho deixara o clube no sexto lugar da Liga inglesa, a 11 pontos do quarto classificado — o último que dá acesso direto à Liga dos Campeões –, mas o United está agora a dois pontos desse lugar, ocupado pelo Arsenal, única equipa a vencer no campeonato os ‘red devils’ sob a orientação de Solskaer. Na Liga dos Campeões, o Manchester United está nos oitavos de final, após eliminar o Paris Saint German.

Mourinho deixou o clube após duas épocas e meia, em que conquistou os títulos da Taça da Liga inglesa, da Supertaça de Inglaterra e da Liga Europa na época de estreia (2016/17). O técnico português levou ainda o clube ao segundo lugar do campeonato na época passada, depois de ter sido sexto na estreia. O último título de campeão do Manchester United remonta a 2013, na última temporada sob o comando do histórico técnico escocês Alex Ferguson.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: nviegas@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)