Doenças

Sobe para 27 número de casos de sarampo em Macau

Há mais um caso de sarampo diagnosticado em Macau, elevando o número de portadores da doença para 27. Os Serviços de Saúde informaram que a doente nasceu em Macau e foi vacinada contra o sarampo.

Os Serviços de Saúde de Macau voltaram esta terça-feira a apelar à vacinação

FRANCIS R. MALASIG/EPA

Autor
  • Agência Lusa

As autoridades de Macau identificaram esta terça-feira mais um caso de sarampo, elevando para 27 os casos confirmados desde o início do ano, num território onde a doença já foi considerada erradicada pela Organização Mundial de Saúde.

Em comunicado, os Serviços de Saúde informaram que a paciente nasceu em Macau e foi vacinada contra o sarampo.

“De acordo com o historial de contacto e o tempo de início de sintomas, este caso foi classificado como caso relacionado com sarampo importado”, indicaram.

Desde o início do ano, foram registados em Macau dez casos importados e 17 casos relacionados com sarampo importado, segundo a mesma nota. Trata-se de um aumento substancial face a 2018, quando foram diagnosticados apenas cinco casos durante todo o ano.

No entanto, devido ao surto de sarampo em regiões vizinhas, a situação em Macau será este ano “potencialmente mais grave do que em anos anteriores”, admitiram as autoridades, numa conferência de imprensa realizada em meados de março.

Na região vizinha, Hong Kong, há já 30 casos confirmados, o dobro do número de casos registados em 2018, de acordo com o jornal South China Morning Post (SCMP).

Só nas Filipinas, pelo menos 261 pessoas, sobretudo crianças, morreram na sequência deste surto desde o início do ano, com especialistas a alertar que cerca de 2,6 milhões de crianças continuam em risco de contrair a doença.

No comunicado divulgado esta terça-feira, os Serviços de Saúde de Macau voltaram a apelar à vacinação.

No passado dia 20, o coordenador do Centro de Prevenção e Controlo da Doença dos Serviços de Saúde disse acreditar que a situação “ainda é controlável”, pelo que “não existem razões para que a acreditação [de erradicação da doença] seja retirada pela Organização Mundial da Saúde”. À data, haviam sido registados oito casos.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Eleições Espanha 2015

Nem tudo vale na política

Dantas Rodrigues

Oportunismos como o da candidatura de Manuel Valls em Barcelona é que degradam a imagem da política e alimentam a propagação de partidos populistas sejam eles de extrema-direita ou de extrema-esquerda

Igreja Católica

Tríptico europeu /premium

P. Gonçalo Portocarrero de Almada

A Europa do terceiro milénio, perdida a sua identidade cristã, que era a razão de ser da sua unidade e grandeza, é um continente à deriva.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)