O tenista britânico Andy Murray, de 31 anos, revelou esta terça-feira ter voltado a treinar, depois de ter sido operado no final de janeiro à anca, devido a um problema que o afetou durante dois anos.

Murray, campeão em Wimbledon em 2013 e 2016 e do Open dos Estados Unidos em 2012, colocou um vídeo na sua conta no Instagram, em que se pode ver o tenista a efetuar algumas pancadas contra uma parede.

“É um começo”, escreveu o jogador, antigo número um do ténis mundial.

O tenista, que tinha admitido a possibilidade de se retirar ainda este ano, durante o Open da Austrália, acabou em março por deixar no ar a possibilidade de continuar o circuito ATP.

O jogador chegou a dizer que a dor na anca desapareceu e que existia uma possibilidade de “50 por cento” de estar em Wimbledon, terceira prova do Grand Slam e o mais importante torneio em relva.